Entenda como evitar os vícios ao volante
Data: 04/09/2017 Categoria: Dicas e cuidados

É normal que, com o tempo, o motorista desenvolva vícios ao volante. No entanto, essas atitudes devem ser reduzidas ao máximo, pois podem prejudicar mecanicamente o carro e causar problemas de manutenção.

Confira quais são piores vícios para evitá-los e, assim, aumentar a vida útil do seu veículo.

 

Dirigir com o tanque de combustível na reserva

Guiar com combustível insuficiente pode prejudicar o funcionamento do sistema de alimentação e não proteger a bomba de combustível. Desse modo, o ideal é evitar dirigir com cinco ou menos litros de combustível no depósito.

 

Apoiar o pé na embreagem

Esse é um vício comum para quem dirige carro manual, mas essa leve pressão desnecessária sobre a embreagem faz com que ela gire em falso e se desgaste mais rápido.

 

Dirigir com a mão sobre a alavanca de câmbio

Esse é um hábito que pode diminuir a durabilidade da peça e gerar manutenções mais frequentes, além de ser perigoso, pois assim o motorista conduz o carro com apenas uma mão.

 

Ligar o carro sem pisar na embreagem

Para quem tem carro manual, essa é uma ação que pode prejudicar o motor, pois ao dar a partida sem acionar o pedal, o esforço do motor de arranque é maior.

 

Desligar o motor depois de velocidades elevadas

Em velocidades acima dos 100km, o turbo do veículo atinge temperaturas muito elevadas. Assim, ao desligar o motor de imediato, o óleo que está no circuito pode carbonizar e provocar uma avaria do turbo. Portanto, é recomendado aguardar, em média, dois minutos para evitar estragos.